Armindo Araújo otimista para Castelo Branco

Campeonato de Portugal de Ralis muda para os pisos de asfalto

O Rali de Castelo Branco, na estrada nos próximos dias 30 de junho e 1 de julho, marca a mudança das provas do Campeonato de Portugal de Ralis para os pisos de asfalto e dá início à segunda metade da temporada que se espera ainda mais animada e competitiva. Armindo Araújo e Luís Ramalho chegam à prova albicastrense com a motivação e confiança reforçada, após a conquista de Taça de Portugal de Ralis, fruto da vitória recente no Rally de Lisboa.

Após a estreia absoluta e vitoriosa do Skoda Fabia RS Rally 2, a dupla campeã nacional de ralis apesenta-se no rali organizado pela Escuderia de Castelo Branco com a forte ambição de lutar pela vitória e é com esse objetivo que parte para a primeira prova em asfalto do CPR 2023. “Conseguimos vencer este rali nas últimas quatro edições e gostaríamos muito de conseguir a quinta vitória consecutiva. A concorrência é muito forte, sabemos disso, mas estamos otimistas e muito motivados para lutar pelo triunfo nas especiais de Castelo Branco. Depois do início menos positivo que tivemos esta temporada, aquilo que procuramos é, prova a prova, tentar conquistar os melhores resultados possíveis e somar o maior número de pontos que conseguirmos. Não estamos nada preocupados com as contas do campeonato, mas queremos terminar os ralis na frente dos nossos adversários”,começa por dizer o piloto de Santo Tirso.

Com as ótimas indicações deixadas no Rally de Lisboa, Armindo Araújo acredita que o Skoda Fabia RS será um forte aliado nas provas que faltam ainda disputar esta temporada, mesmo sabendo que “é preciso fazermos ainda um percurso grande quer no trabalho de afinações, quer na nossa adaptação à forma como temos que guiar este carro. Em Lisboa conseguimos ser rápidos desde a primeira especial, mas isso não significa que agora a situação seja idêntica. É um rali bem diferente do que fizemos há quinze dias e amanhã vamos realizar um teste para prepararmos especificamente este Rali de Castelo Branco”, disse ainda Armindo Araújo.

O Rali de Castelo Branco terá um total de onze provas especiais de classificação, divididas em duas etapas a disputar na sexta-feira e sábado. Sem grandes alterações em termos de especiais de classificação, comparativamente a 2022, a quinta prova do Campeonato de Portugal de Ralis terá o seu início com as habituais duas sessões de treinos livres (Free Pratice) e a qualificação (Qualifying Stage), estando agendadas para a tarde e noite do dia 30 de junho os três especiais da primeira etapa.